Caça israelense é derrubado após atacar alvos militares do Irã na Síria - QUESTIONE-SE

Post Top Ad

Caça israelense é derrubado após atacar alvos militares do Irã na Síria

Caça israelense é derrubado após atacar alvos militares do Irã na Síria

Share This

Um caça F-16 das Forças Armadas de Israel foi derrubado pela Síria



A ação ocorreu durante uma operação israelense contra alvos militares iranianos dentro do território sírio.

Os dois pilotos abandonaram o caça e foram levados para o hospital; um deles está em estado grave. O F-16 caiu em Harduf, no norte de Israel.

Segundo o Exército israelense, a operação ocorreu em resposta à incursão de um drone iraniano no espaço aéreo de Israel, que foi interceptado e derrubado durante a madrugada. 



Depois da queda do caça, Israel atacou diversos alvos do Irã na Síria, cujo ditador, Bashar  al-Assad, tem apoio dos iranianos na guerra civil do país.

"Doze alvos, entre eles três baterias de defesa aérea e quatro alvos iranianos que fazem parte do estabelecimento militar do Irã na Síria, foram atacados", informou o Exército, através de um comunicado.

"Um piloto do Exército ficou gravemente ferido como resultado de uma evacuação de emergência de um avião. O piloto foi transferido para o hospital para receber tratamento médico. O incidente está sendo investigado", informou um porta-voz militar.

"O Exército vê os ataques iranianos e a resposta síria como uma grave e irregular violação da soberania israelense", afirmou Israel.

Durante o ataque, a Síria disparou entre 16 e 20 mísseis contra a aviação israelense, o que ativou os alarmes antiaéreos nos territórios ocupados das Colinas do Golã, na fronteira entre Síria e Israel.

Após o ataque de hoje, Israel disse que "está completamente preparado para futuras ações". É a primeira vez que o Exército de Israel reconhece ter atacado alvos iranianos desde o começo do conflito na Síria, em 2011.

"Não buscamos uma escalada, mas estamos preparados para diferentes cenários e para fazer pagarem caro por ações como esta", disse o militar.

Nos últimos meses, Netanyahu tem alertado para o que chama de "expansão do Irã" na região e afirmou que Israel não permitirá que a presença iraniana na Síria ameace seus interesses.


QUESTIONE-SE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad